Justiça determina data de julgamento do caso Lucas Lyra

O Réu José Carlos Feitosa deve se apresentar na manhã do dia 3 de setembro no Fórum Rodolfo Aureliano

qua, 16/05/2018 - 10:41
Foto: Chico Peixoto/LeiaJáImagens Lucas Lyra em coletiva de imprensa ao receber alta do Hospital Portugês Foto: Chico Peixoto/LeiaJáImagens

Foi divulgada na manhã desta terça-feira (15) pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) a data do julgamento do réu José Carlos Feitosa Barreto, acusado de atirar na nuca do  jovem Lucas de Freitas Lyra no dia 16 de fevereiro de 2013, antes de uma partida do Náutico contra o Central pelo Campeonato Pernambucano de futebol. O julgamento está marcado para o dia 3 de setembro, no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, no Recife.

O crime ocorreu em frente ao Clube Náutico Capibaribe, no bairro dos Aflitos, Zona Norte do Recife. Lucas, que tinha apenas 20 anos, foi levado às pressas para o Hospital da Restauração (HR), passando por duas cirurgias e ficando internado na Unidade Intensiva de Terapias (UTI). O jovem lutou pela vida apesar do prognóstico negativo, sendo considerado pela medicina um caso raro: os médicos responsáveis por ele só acreditavam em 1% de sobrevivência.

Ao LeiaJá, Mirella Lyra, irmã da vítima, falou como recebeu a informação: “Eu estava no ônibus quando meu irmão Joel Lyra, que estava no mesmo jogo, me informou. Antes de atender o telefonema, achei que seriam eles felizes comemorando algum gol, mas não foi essa a realidade daquele dia”, relembra Mirella. "E depois daquele dia, o rumo da minha família mudou", completa.

Hoje, aos 25 anos, o jovem apaixonado não só por esportes, mas pela vida, está consciente e se comunica normalmente, mas ainda em processo de recuperação médica devido à situação delicada do caso. O maior sonho do jovem, agora, é poder voltar a sua rotina e estudar Ciência da Computação, sonho que foi interrompido há cincos anos.

Por André Cabral

COMENTÁRIOS dos leitores